De esmaltes e de alergia

dezembro 4, 2009 às 7:44 pm | Publicado em Importante, Meninices | 10 Comentários
Tags: , ,

Gente, o negócio é meio sério.

Há cerca de uns dois ou três meses, comecei a perceber minhas pálpebras muito ressecadas e coçando muito – o que eu achava estranho, sempre tive muita coceira no olho, mas nunca na pálpebra. Depois de um tempo, meu olho esquerdo, que sempre ficava um pouco pior, começou a inchar horrores (minha pálpebra superior quase não abria de manhã) e depois a soltar umas pele fininha que ficava bem esbranquiçada. Como sempre fui muito alérgica, já vi que era dermatite de contato e troquei meus Risqués e Impalas por Colorama. E fui no dermatologista, que confirmou minha suspeita: alergia a esmalte.

Depois que fiz essa troca, meus olhos voltaram ao normal. Essa semana, eu lembrei de um post em algum lugar de uma menina falando que era alérgica e que usava esmaltes “normais”, desde que com base e top coat hipoalergênicos. Como boa curiosa investigadora que sou, fui fazer minha experiência. Eu SEI que não devia ter feito, mas não deu para me segurar. Até porque estou cheia de Impalas da coleção de verão que não pude usar – dados pela Ly, do Esmaltadas. Um pouco pela pressa, escolhi o Atena, da linha Impala Gloss (que é MUITO fácil de passar, sempre), coloquei litros da Cobertura Intensificadora da Colorama e mandei ver (por baixo, base Colorama também).

Isso foi na quarta-feira à noite.

Hoje, quando acordei, adivinha como estava meu olho esquerdo.

Isso mesmo, INCHADO até dizer chega. Fiquei até meio assustada, coloquei a mão no rosto, vi o esmalte e lembrei de tudo. Mas como estava em cima da hora para ir para a faculdade (reunião de orientação de monografia que não dava para faltar), fui assim mesmo. E meu olho coçou o dia inteeeeeiro. Cheguei em casa meio dia e meia e fui correndo tirar.

Nem pude tirar fotos do esmalte pois a câmera está sem bateria (foi toda embora na parada da Disney em Copacabana). Tirei algumas tosquinhas com o celular, inclusive para mostrar o olho normal X olho inchado, mas ficaram toscas demais.

Mas é isso aí. Muita gente acha que dermatite de contato por causa de esmalte acontece só nas mãos (cutículas, principalmente), mas é MUITO comum acontecer no rosto. Conversando comigo, meu dermatologista comentou que as pessoas não ligam uma coisa à outra (esmalte + pele do rosto com algum problema), pois se esquecem que passam a mão pelo rosto o dia inteiro – e a noite também! E depende também da sensibilidade de cada um, claro. A pele do olho, por ser mais fina, é mais sensível, mas pode ocorrer dermatite também nas orelhas (tem gente que tem mania de ficar mexendo em brinco e tal), no pescoço, na região próxima à boca.

O negócio é ficar atenta e, a qualquer sinal estranho, correr para o médico!

Anúncios

De coisas de farmácia

julho 9, 2009 às 3:13 am | Publicado em Importante | 10 Comentários

Gostaria de falar hoje sobre dois produtos que encontramos com certa facilidade em farmácias e que são bastante comentados na blogosfera: lencinhos umedecidos e Bepantol.

Tudo começou quando meu demaquilante de olhos da Avon (que faz seu trabalho direitinho) acabou. Lembrei do hype de lenços umedecidos como demaquilante e fui procurar o meu. Acabei comprando o primeiro que me apareceu, um daqueles no potinho que custou uns R$ 3,50 e não fez nada além de borrar meu rímel (que nem era à prova d’água) e colocar cheirinho de bumbum de neném no meu rosto.

Resolvi abandonar o lencinho genérico e comprei o primeiro e único: Johnson’s. E aqui entra a questão. Ele acabou com a pele do meu rosto.

A primeira coisa que senti foi uma certa “ardência” na região dos olhos, onde costumo passar meu creme de olhos noturno. A pele ressecou completamente, a ponto de, na segunda-feira, parecer que eu tinha passado talco por baixo da base. Toda vez que eu piscava, sentia a pele repuxar.

Eu limpava o resto do rosto com o lencinho, mas não senti nada no resto do rosto até segunda de tarde, quando fui fazer meu buço e acabei com uma queimadura – só que eu uso creme depilatório.

Então, ontem à tarde, fui à farmácia e comprei o salvador universal: Bepantol. Cheguei em casa na hora do almoço e melequei os olhos e as duas áreas avermelhadas perto da boca. Quando saí, à noite, o lado direito (onde a queimadura foi bem mais leve) já não estava nada vermelho, e a pele na região dos meus olhos estava como de costume.

O lado esquerdo, onde tenho mais pelinhos e por isso insisti mais com a depilação, ficou mais machucado, e ainda está vermelho. O fato de que eu cocei um pouquinho hoje sem perceber não ajudou em nada. Mas não está ardendo e a cicatrização está bem acelerada.
Resumo da ópera: ardências no rosto não são legais e querem dizer algo. Os lencinhos não foram nada bons para mim e o Bepantol funcionou – mas poderia ter dado errado também. Claro que ainda acho que vale a pena experimentar as dicas que aparecem por aí, mas o mais importante é reconhecer os sinais que sua pele dá.

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.